Essa modalidade terapêutica atende todos aqueles que passam por crises emocionais ou impasses psicológicos que influenciam a qualidade de vida e restringem as atividades cotidianas. São momentos de perdas, separações, doenças, mudanças drásticas, desilusões, obstáculos internos, bloqueios, traumas, entre tantas situações que levam ao sofrimento e a sensação de desequilíbrio. Tudo isso  pode estar associado a sintomas e quadros psicológicos como angústia, ansiedade, insônia, medo, depressão, síndrome do pânico, compulsões, anorexia, bulimia, fobias, TOC etc. Existem também as disfunções de ordem psicossomática, que são doenças orgânicas desencadeadas e agravadas pelo estado emocional, entre elas as alergias, hipertensão, enxaqueca, obesidade, gastrite, asma, doenças cardíacas, entre outras tantas. Esses quadros só apresentam melhora se tratados em conjunto com a psicoterapia.

Nos quadros psiquiátricos também se indica tratamento psicoterápico em complementação a intervenção medicamentosa. Os casos de dependências químicas, déficit de atenção, estados psicóticos, transtornos de humor, são alguns deles.

Na psicoterapia individual de base psicanalítica o paciente encontra um ambiente receptível a sua angústia, ao seu sofrimento e com a ajuda do terapeuta, analisa as estruturas psicoafetivas e as representações mentais envolvidas em toda a trama de sua história e dor, visando a superação dos sintomas e melhora do quadro diagnosticado.  É na psicoterapia que os sintomas passam a ter sentido e significado possibilitando acesso a caminhos de resignificação e mudança.

AVALIAÇÕES PSICODIAGNÓSTICAS
PSICOTERAPIA DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES
Menu